Prisões

shutterstock_127574606

            Certo dia, enquanto fazia minha caminhada matinal de domingo, observei um senhor com dificuldades psicológicas para executar o caminhar. Embora não tivesse qualquer problema nas pernas, não conseguia ultrapassar determinado risco do chão (uma linha branca que cortava o asfalto da praça no sentido horizontal). Não sou psicóloga; não sei o nome técnico que se dá a esse tipo de transtorno, mas não importa.

            Senti grande empatia por esse desconhecido que tentava disfarçar a própria limitação. Envergonhado, olhava para baixo, para o lado e retornava a seu ponto de início sem conseguir ultrapassar a linha branca do chão.

            Obviamente, também olhei para baixo, retirei o meu olhar, pois não desejava deixá-lo ainda mais embaraçado e constrangido. Contudo, não deixei de notar a sua aflição, a sua necessidade de liberdade, a sua prisão.

Leia mais

Música Antiga

shutterstock_229736875

E, de repente, toca aquela música antiga que faz você lembrar de você mesmo no passado. E bate uma baita saudade. Você com saudades de você. De quem você foi um dia. Apaixonado, entusiasta pela vida, confiante. Você brincando com você próprio, sorrindo de suas próprias confusões, ainda que com pouco dinheiro no bolso. Onde está mesmo aquela pessoa?

Leia mais

O jardim das borboletas

shutterstock_116653174

            Era noite e ventava muito. Giuliano queria encontrar o pai, mas estava com medo de sair.

            O vento era realmente muito forte e o barulho das árvores amedrontador. Melhor ficar em casa, esperando o desabafo da natureza passar.

            Mas, ao olhar pela janela lateral, viu um céu estrelado, maravilhosamente belo, que destoava de toda aquela ventania. O cheiro das flores era convidativo e, então, surgiu a dúvida. A dúvida entre o permanecer e o descobrir. A dúvida entre o continuar enclausurado, sentado em seu conforto perene, sem sofrer riscos, e o outro caminho. Ah, o outro caminho… uma nova rota tão irracional quanto louca, que lhe fazia ver as estrelas e sentir o frescor das rosas do campo.

Leia mais